Ajudar o árbitro, em tempo real, a saber se a bola caiu dentro ou fora da quadra, essa é a proposta do sistema Penalty D Tech que será testado pela primeira vez em um jogo oficial no dia 28 de agosto, quinta-feira, 19horas, entre São Bernardo e Sesi-SP, no ginásio do próprio São Bernardo do Campo. A tecnologia, desenvolvida pela Cambuci, detentora também das marcas Penalty e Stadium, é fruto de um investimento de 5 milhões de dólares, gastos essencialmente em Pesquisa & Desenvolvimento, sob a coordenação de Emerson Shiromaru. O profissional, formado em Engenharia Calçadista é o responsável pela área de Inovação e Tecnologia da Cambuci.

A convite da FIVB (Federação Internacional de Volleyball), Shiromaru realizou uma apresentação na sede na Suíça, sobre o sistema Penalty D Tech, para o presidente da entidade, Ary Graça, e toda a diretoria técnica. Essa apresentação foi o ponto de partida para que o vice-presidente da FIVB, Saul Castro Verdugo, agendasse sua visita ao Brasil para conhecer o sistema Penalty D Tech de perto. “Agora temos a chance de apresentar o sistema Penalty D Tech, operando ao vivo e em tempo real – que é o nosso principal diferencial em relação aos concorrentes internacionais”, explica Roberto Estefano, presidente do Conselho de Administração do Grupo Cambuci.

A solução é baseada na composição de um software proprietário da Cambuci composto a um sistema de captura de imagens.  Ou seja, se a bola cai em zona de dúvida, simultaneamente identifica-se o resultado se está dentro ou fora da quadra, pois a informação é enviada em tempo real ao dispositivo de imagem da mesa da delegação e do juiz principal. Portanto, o árbitro não precisa parar o jogo através do desafio. Todas as outras tecnologias, a polonesa e a italiana, são baseadas em imagens gravadas e editadas para serem avaliadas por um ser humano, ou seja, ocorre uma variação da interpretação. Já o Penalty D Tech é o único que segue um padrão científico de avaliação.

Diversas configurações foram realizadas, através de testes exaustivos, para se chegar ao modelo de tempo real. Cabe ressaltar que o sistema é inédito no mundo, desde a sua concepção, mantendo-se atualizado conforme a comprovação apresentada em Relatório Técnico emitido pelo IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas. Da forma como foi concebido o sistema Penalty D Tech, leva apenas 60 minutos para ser instalado e sua remoção é simples e imediata após o término da partida.

Sobre a Cambuci:

O Grupo Cambuci, multinacional de origem brasileira, começou sua história em 1945, iniciou seu processo de internacionalização na década de 70 e hoje está presente em 14 países, como Argentina, Chile, Japão e Espanha. A marca Penalty foi criada em 1970 e o primeiro contrato de patrocínio de material esportivo com um time de futebol profissional foi com o São Paulo Futebol Clube. Atualmente a marca patrocina o São Paulo Futebol Clube, Ceara, Santa Cruz e Figueirense, além dos clubes de Futsal Carlos Barbosa e Intelli Orlândia e Voleyball Feminino do Clube Pinheiros. A marca patrocina também diversas Federações de Futebol, Confederação Brasileira de Futebol – árbitros, Confederação Sul Americana de Futebol – árbitros, federações de Voleyball, Confederação Brasileira de Basketball e Confederação Brasileira de Handball. A marca se orgulha pelo apoio incondicional ao esporte Brasileiro ao longo de sua história.

Informações para a Imprensa:

Sing Comunicação de Resultados

Postado em: Esporte, Releases, Tecnologia