A Brasil Premier League Temporada 6 entrou na sua terceira semana de duelos, deixando muita gente sem fôlego nas comunidades de CS:GO e Clash Royale.

Além disso, a BPL agora tem mais uma nova categoria: PUBG. O torneio dará vaga para a LA League e as competições começam na quinta-feira (27), às 18h45.

Começando pelas novidades, confira como será a estreia do PUBG e como foi a Semana #3 da Brasil Premier League:

PUBG

Passada a fase de qualificatória aberta, a BPL de PUBG já tem as 40 equipes definidas para sua disputa. A competição será dividida em dois momentos, a começar pela fase de grupos.

Serão dois grupos de 20 times cada. Os 10 melhores de cada lado se garantem para a fase decisiva.

Os jogos da etapa inicial serão decididos em seis dias de confronto, já começando nessa quinta-feira (27), com o seguinte cronograma:

* as datas estão sujeitas a alteração.

A pontuação para definir o top 10 será a seguinte:

Classificados os dez melhores de cada grupo, os times finalistas irão jogar oito partidas, sendo quatro por dia, conforme calendário abaixo:

Assim, a premiação total de R$ 10.000,00 será distribuída da seguinte forma:

*premiação bruta, descontos poderão ser aplicados.

Lembrando que todas as partidas serão jogadas no mapa ERANGEL.

Além disso, os pontos por colocação de cada equipe serão somados ao Rank da ESL Brasil de PUBG. Esse ranqueamento será usado para futuros eventos que tiverem vagas anunciadas por convite.

Clash Royale

A grande surpresa da terça-feira (11) na BPL de Clash Royale foi a vitória de ItzZ_ElecTr1Fy em cima de Victor por 2 a 0.

Na primeira parcial, Victor era favorito e estava controlando bem a partida, mas após um erro crucial, aliado ao bom uso do Lava Hound por ItzZ_ElecTr1Fy, determinou duas coroas a uma no placar.

Na sequência, ElecTr1Fy mostrou muita segurança com o deck de Bridge Spam para fechar o game por uma coroa a zero e decretar a vitória no placar geral.

Antes, outra surpresa: DeLaCruz sofreu uma derrota por 2 a 1 para TS Tico e se complicou bastante na lanterna de seu grupo. As parciais foram 0-1, 2-0 e 1-0 favoráveis a Tico.

A noite ainda contou com mais uma derrota de Lampião. O xodó da galera segue sem vencer nenhuma partida nesta sexta temporada de BPL: revés por 2 a 1 para TS Mika, com parciais de 3-0, 0-1 e 1-0.

Por fim, GabrielFLA levou a melhor diante de StangSand, por 2 a 0: games vencidos por duplos 1-0.

Passada a Semana #3 da BPL de Clash Royale, a classificação geral ficou a seguinte:

Para a Semana #4, os confrontos desta terça-feira (25) serão:

CS:GO

A BPL de CS:GO entrou, enfim, na fase de playoffs – agora com confrontos melhor de três (md3).

O único jogo que rolou na semana foi W7M Gaming 0 x 2 Santos eSports, na última sexta-feira (21).

O primeiro mapa dessa série foi em Mirage e os “Meninos da Vila” levaram a primeira metade por 8 a 7 como terroristas. Papéis táticos trocados, o Santos manteve a dianteira e fechou o game por 16 a 13.

Em Train, quase tivemos uma reação da W7M. A equipe, como terrorista, saiu à frente com 8 a 7 nas parciais, mas não soube administrar a vantagem e levou a virada, perdendo outra vez por 16 a 13.

O resultado classificou o Santos para a semifinal, fase pela qual enfrentará a Imperial e-Sports em partida prevista para 5 de outubro, às 19h (horário de Brasília).

A outra partida da semifinal será entre Isurus Gaming e Bulldozer, marcada para dia 1º de outubro, também às 19h.

Passado o Dia #4 da BPL de CS:GO, o chaveamento dos playoffs ficou o seguinte:

As partidas semanais da Brasil Premier League são transmitidas ao vivo pelos canais oficiais da ESL Brasil na Twitch e na Mixer, no Watch ESPN e no canal ESPN Extra.

*Luiz Queiroga é jornalista da ESL BRASIL. Siga-o no Twitter!

Sobre a ESL
A ESL é a maior empresa de Esports do mundo, liderando a indústria através dos jogos eletrônicos mais populares da atualidade, como FIFA, CS:GO, League of Legends, Dota, Starcraft II, Street Fighter, Call of Duty, World of Tanks e muitos outros. A empresa promove inúmeras competições online e offline, operando e realizando competições nacionais e internacionais próprias e de marcas como o Intel® Extreme Masters. A ESL produz desde grandes eventos em estádios, até copas amadoras de base, ligas e sistemas de matchmaking, além de trabalhar na criação de conteúdo ao vivo e original através de plataformas. Também abrange serviços relacionados à tecnologia gamer, gestão de eventos e produção televisiva voltados ao mercado de esports mundial. Além do Brasil, a ESL tem presença global com escritórios na América do Norte, Alemanha, Rússia, França, Polônia, Espanha, China, entre outros. Para ficar por dentro das últimas notícias, siga a ESL Brasil nas principais redes sociais e visite https://www.eslgaming.com/.

Informações para a Imprensa – ESL Brasil
Sing Comunicação de Resultados