A gravidez é um momento único e especial para as mulheres e entre as dúvidas que surgem ao longo deste período, uma delas é se o uso do salto alto durante a gestação  prejudica ou não a postura. A fim de ajudar com esses questionamentos, a fisioterapeuta da Mercur, Tânia Fleig, esclarece que o uso desse tipo de calçado não está proibido, no entanto, alguns cuidados são necessários.

Com o avanço da gestação e o aumento da sobrecarga corporal, é importante intercalar o uso de sapatos de saltos alto, médio, baixo e plataforma. Segundo Tânia, o uso do salto tem influência na postura e na distribuição do peso do corpo sobre os pés. “O aumento da curvatura da coluna lombar é umas das alterações características da gestação. Com o crescimento do útero há um deslocamento do centro de gravidade do corpo para frente, tencionando a coluna. Com o uso de salto alto, a gestante pode intensificar esta alteração como forma de melhorar equilíbrio, o que pode aumentar as chances de dor na coluna lombar (lombalgia) e nos membros inferiores”, explica a fisioterapeuta.

De acordo com a profissional, o uso frequente de salto alto leva ao encurtamento da musculatura posterior da perna. Além disso, outra característica deste período é o inchaço (edema) das pernas e tornozelos. Os músculos, especialmente os da panturrilha, são responsáveis por facilitar o retorno do sangue através da sua contração e relaxamento. Com o uso do salto, estes músculos permanecem constantemente contraídos, comprimindo os vasos sanguíneos e contribuindo para a retenção de líquido e desconforto nesta região.

A fisioterapeuta ainda explica que o uso de salto alto no último trimestre da gestação para uma ocasião social, como uma festa, pode ser considerado desde que a mulher se sinta segura, com uma postura adequada, que gere conforto e bem-estar. Logo, a recomendação para a altura do salto é aquela que melhor acomode a estrutura corporal como um todo e que, principalmente, faça a distribuição adequada dos pontos de apoio durante a caminhada.

Uma dica é que após o uso prolongado do salto, a gestante realize exercícios de alongamento. “Assim é possível recuperar a flexibilidade muscular dos membros inferiores, bem como aliviar tensões geradas nesta área do corpo e na coluna vertebral”, finaliza Tânia.

Confira abaixo uma dica de alongamento:

 

 

 

 

 

  1. Deite de costas sobre uma superfície firme e plana, como um colchonete. Eleve uma das pernas e passe a Faixa Elástica por baixo do pé, enquanto o outro pé permanece apoiado no chão.
  2. Segure a faixa com os cotovelos estendidos.
  3. Puxe a Faixa até os seus cotovelos encostarem no chão e mantenha a perna estendida enquanto empurra o calcanhar para cima e os dedos do pé para baixo.
  4. Fique nesta posição por cerca de 30 segundos. Você precisa sentir os músculos da parte posterior da coxa e da perna alongando.
  5. Flexione o joelho, tire a Faixa Elástica e repita o alongamento para o outro membro inferior.

Sobre a Mercur:

Fundada em 1924, em Santa Cruz do Sul (RS), a Mercur que começou sua trajetória com produtos derivados da borracha, é hoje uma das marcas mais tradicionais do Brasil principalmente no segmento de material escolar e de escritório – no qual consagrou a imagem de sua borracha estampada com o deus Mercúrio no inconsciente coletivo de várias gerações de alunos. Empregadora direta de cerca de 550 colaboradores, a Mercur detém um portfólio de mais de 1,5 mil itens de educação e produtos para prática esportiva e saúde, como bolas de exercício, luvas, bolsas térmicas, muletas, colares cervicais, imobilizadores, etc. A companhia também atua na área industrial com soluções customizadas, disponibilizando lençóis de borracha e peças técnicas, bem como pisos especiais e revestimentos.

Acesse também:

Site da Mercur: www.mercur.com.br.
Mercur no Facebook: Mercur Oficial
Mercur no Twitter: @mercuroficial
Mercur no Youtube: Mercur S/A
Nas redes sociais, utilize a hashtag: #deumjeitobompratodomundo

Informações para a Imprensa:

Sing Comunicação de Resultados

Postado em: Bem-estar, Releases, Saúde