Enquanto todo o segmento varejista sofreu retração no primeiro semestre desse ano – o Índice Serasa Experian de Atividade Econômica, na categoria tecidos, vestuário, calçados e acessórios, teve queda de 3,44% – a Cambuci (BM&FBOVESPA: CAMB4) apresenta crescimento de 8% em relação ao mesmo período do ano passado.  A empresa, detentora da marca Penalty, fechou os seis primeiros meses do ano com vendas registradas em R$137,1 milhões.

“Todos os indicadores do nosso segundo trimestre fiscal foram extremamente positivos”, comenta o CEO da companhia, Paulo Ricardo de Oliveira, que define o momento da empresa como a virada do jogo. Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, o EBITDA (lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 66,8%, chegando a R$9,5 milhões. Principais fatores que contribuíram para este aumento de EBITDA foram a participação de segmentos com maior rentabilidade, mix mais qualificado de produtos e um agressivo plano de redução de despesas, implantado sob a nova gestão.

A Cambuci, multinacional de origem brasileira, começou sua história em 1945, iniciou seu processo de internacionalização na década de 70 e hoje está presente em 14 países, como Argentina, Chile, Japão e Espanha. A marca Penalty foi criada em 1970 e o primeiro contrato de patrocínio de material esportivo com um time de futebol profissional foi com o São Paulo Futebol Clube. Atualmente a marca patrocina o São Paulo Futebol Clube, Vasco da Gama, Ceara, Santa Cruz e Figueirense, além dos clubes de Futsal Carlos Barbosa e Intelli Orlândia e Voleyball Feminino do Clube Pinheiros. A marca patrocina também diversas Federações de Futebol, Confederação Brasileira de Futebol, Confederação Sul Americana de Futebol, federações de Voleyball, Basketball e Handball. A marca se orgulha pelo apoio incondicional ao esporte Brasileiro ao longo de sua história.

Para conferir o balanço completo publicado pela empresa clique aqui.

Informações para a Imprensa

Sing Comunicação de Resultados

Postado em: Esporte, Negócios