Aproximando o mundo de um futuro de carros com pilotos automáticos que compreendem e detectam o que está à sua volta, a NVIDIA apresentou hoje os computadores automotivos NVIDIA DRIVE™, equipados com potentes recursos de computação visual, deep learning (tecnologia de inteligência artificial) e visualização avançada de cockpit.

 

A NVIDIA disponibilizará dois computadores automotivos: NVIDIA DRIVE PX, para desenvolvimento de recursos de piloto automático e NVIDIA DRIVE CX, para a criação dos mais avançados sistemas de cockpit digital. Esses computadores de classe automotiva instalados em veículos são baseados na mesma arquitetura usada nos supercomputadores mais potentes da atualidade.

“A supercomputação móvel será fundamental para o carro do futuro”, disse Jen-Hsun Huang, cofundador e CEO da NVIDIA.  “Com seu vasto conjunto de câmeras e monitores os carros do futuro irão ver e compreender cada vez mais o que está à sua volta. Desde encontrar o caminho de volta para o motorista a partir de uma vaga de estacionamento, ou usar o conhecimento da situação para evitar uma rota de perigo, os carros do futuro irão fazer muitas coisas incríveis e inteligentes. Os avanços gráficos, de computação visual e deep learning finalmente colocam esse sonho ao nosso alcance.”

“O NVIDIA DRIVE irá acelerar a revolução do carro inteligente ao colocar os recursos de computação visual dos supercomputadores à disposição de cada condutor”.

NVIDIA DRIVE PX

A plataforma de desenvolvimento de piloto automático NVIDIA DRIVE PX oferece a base técnica aos carros com recursos completamente novos que recorrem significativamente aos recentes desenvolvimentos na computação visual e deep learning.

O DRIVE PX aproveita o novo superchip móvel NVIDIA Tegra® X1, que é baseado na mais recente arquitetura de GPU Maxwell™ da NVIDIA e fornece mais de 1 teraflop de capacidade de processamento, proporcionando mais potência do que o supercomputador mais rápido do mundo de 15 anos atrás. O DRIVE PX, apresentando 2 superchips Tegra X1, possui entradas para até 12 câmeras de alta resolução, e pode processar mais de 1.3 gigapixels por segundo.

Seus recursos de computação visual podem permitir que o próprio carro encontre uma vaga e estacione sozinho, sem a intervenção humana. Enquanto os sistemas atuais oferecem estacionamento paralelo assistido em uma vaga específica, o NVIDIA DRIVE PX pode permitir que um carro identifique vagas disponíveis em um estacionamento repleto de carros, estacione sem a ajuda do condutor e, em seguida, retorne para buscar seu condutor quando solicitado a partir de um smartphone.

Os recursos de deep learning do DRIVE PX permitem que um carro aprenda a diferenciar diversos tipos de veículos. Por exemplo, diferenciar uma ambulância de uma van de entrega, uma viatura da polícia de um sedan comum ou um carro estacionado de um outro prestes a transitar. Consequentemente, um carro de condução automática consegue detectar detalhes sutis e reagir às nuances de cada situação, como um condutor humano.

NVIDIA DRIVE CX

O computador de cockpit NVIDIA DRIVE CX é uma solução completa com hardware e software para proporcionar gráficos avançados e computação visual para navegação, informação/entretenimento, clusters de instrumentos digitais e monitoramento do condutor. Também permite visão dos arredores que proporciona uma visão 360 graus do carro de cima para baixo sem distorções em tempo real -solucionando os problemas de ponto cego-, e pode substituir completamente o espelho físico por um espelho digital inteligente.

Disponível tanto com os processadores Tegra X1 ou Tegra K1, e software completo testado em estradas, o DRIVE CX é capaz de potencializar até 16,8 milhões de pixels em diversos monitores – mais de 10 vezes superior aos modelos de carros atuais.

Apoio positivo do setor

Ricky Hudi, vice-presidente executivo de desenvolvimento de elétrica/eletrônicos da AUDI AG disse: “Audi e NVIDIA dividem uma crença comum de que o machine learning é um reforço poderoso para a nossa tecnologia zFAS Piloted Driving. Assim a Audi vê o DRIVE PX como uma ferramenta crucial para novas pesquisas e desenvolvimento.”

Thilo Koslowski, vice-presidente e analista emérito no Gartner, disse: “A realização de carros inteligentes requer soluções de processamento de alta performance, que permitem fusão de sensores sofisticados e machine learning inovador. Isto irá criar uma nova classe de veículos ‘auto-conscientes’ e, finalmente, de carro de condução automática, que podem avaliar, sentir, entender e reagir ao estado do que está à sua volta e de seus ocupantes.”

Disponibilidade

Ambas as plataformas NVIDIA DRIVE PX e DRIVE CX incluem uma variedade de módulos de aplicativos de software fornecidos pela NVIDIA ou por fornecedores terceirizados de soluções. A plataforma de desenvolvimento de piloto automático DRIVE PX e o computador de cockpit DRIVE CX serão disponibilizados no segundo trimestre de 2015.

Sobre a NVIDIA

Desde 1993, a NVIDIA (NASDAQ: NVDA) foi pioneira na arte e ciência da computação visual. As tecnologias da companhia estão transformando um mundo de telas em um mundo interativo de descobertas para todos, de jogadores a cientistas, de consumidores aos clientes corporativos.

Acesse também:

Site oficial da NVIDIA no Brasil: www.nvidia.com.br

NVIDIA no Facebook: NVIDIA Brasil

NVIDIA no Twitter: @nvidiabrasil

 NVIDIA no Instagram: @nvidiabrasil

Informações para a Imprensa:
Sing Comunicação de Resultados

Postado em: Automotivo, Releases, Tecnologia