Embora dados do IBGE de 2016 comprovem o crescimento de 51,7% no número de casamentos homoafetivos no Brasil desde 2013, levantamento do Femme – aplicativo de relacionamento especializado em mulheres que buscam mulheres para um relacionamento sério – revela que elas não consideram o casamento (de acordo com 70% das entrevistadas) ou filhos (de acordo com 60% das entrevistadas) como próximos passos da relação.

Para elas, a felicidade do casal consiste em ter uma boa relação com família e amigos (50%), não deixar a relação cair na rotina (20%) e não esquecer do romantismo (20%). Na última posição ficou a preocupação com a segurança financeira, escolhida por 10% delas. E, quando questionadas sobre o que acreditam ser a melhor forma de manter o relacionamento saudável, 60% das entrevistadas responderam que o ideal é cada uma delas ter o próprio tempo para fazer coisas que gostam, acompanhadas por amigos ou até mesmo sozinhas. Por outro lado, 40% delas acreditam que o melhor é o casal fazer tudo o que gostam juntas.

Vale destacar que as mulheres dão muita atenção à fidelidade e 50% das entrevistadas dizem que essa é uma característica essencial na futura parceria para levar um relacionamento adiante. E atenção: 60% das entrevistadas não admite que a atual parceira mantenha contato com ex-namoradas.

“Em uma relação, o que realmente importa é a construção, a troca, a experiência, a cumplicidade e a satisfação com o relacionamento. Tanto o casamento como futuros filhos são uma consequência natural e não uma condição para viver junto”, explica Marina Simas, consultora de relacionamento do Femme. “É importante lembrar de sempre respeitar os projetos e desejos individuais durante a construção do relacionamento. A individualidade, como as mulheres já demonstraram na pesquisa, é um fator essencial para manter a relação saudável. E, logicamente, o investimento na conjugalidade por meio da vivência de atividades prazerosas conjuntas aparece também na pesquisa como fator relevante na construção de uma parceria”, ressalta.

Marina também destaca a importância de outros pontos interessantes constatados na pesquisa. “Fidelidade e companheirismo são aspectos considerados importantíssimos, funcionam como uma mola propulsora necessária para estabelecer um relacionamento sério. A pesquisa mostra ainda que são cruciais três pontos para essas mulheres se sentirem felizes: ter uma boa relação com amigos e família, cuidar para não deixar a relação cair na rotina e valorizar o romance”, completa.

 Confira abaixo os resultados completos da pesquisa do Femme:

Na sua opinião, qual característica é essencial na futura parceira para levar um relacionamento sério adiante?
Fidelidade 50%
Companheirismo 30%
Empatia 10%
Maturidade 10%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Para você, o que é mais importante para a felicidade do casal no relacionamento?
Boa relação com família e amigos 50%
Não deixar a relação cair na rotina 20%
Romantismo 20%
Segurança financeira 10%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Para você, o casamento é crucial para dar o próximo passo na relação?
Não 70%
Sim 30%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Você acha que filhos devem estar nos planos futuros do casal?
Não 60%
Sim 40%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Você acredita que, para manter o relacionamento saudável, o ideal é:
A minha companheira e eu termos o nosso tempo para fazermos coisas que gostamos, com amigos ou sozinhas 60%
A minha companheira e eu fazermos tudo que gostamos juntas 40%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Você aceitaria o contato da sua parceira com ex-namoradas?
Não 60%
Sim 40%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

Qual motivo faria você colocar um ponto final na relação?
Mentiras 60%
Infidelidade 40%

Fonte: Femme – fevereiro de 2018

*A pesquisa foi respondida por 1.132 solteiras do Femme, aplicativo de relacionamento especializado em mulheres em busca de mulheres e um relacionamento sério.

Informações para a imprensa:
Sing Comunicação de Resultados

Postado em: Comportamento, Destaque, Eventos, Marketing, Releases, Tecnologia