Capitais da região norte do país ganham Centrais de Logística Reversa de eletrônicos

O Ministério do Meio Ambiente junto com a ABREE inaugurou a Central de Logística Reversa em Rio Branco, última capital do norte do país

Evento de inauguração de Central de Logística Reversa em Palmas/TO. Da esquerda para direita: André França, Secretário de Qualidade Ambiental do Ministério de Meio Ambiente, Claudio Carneiro Santana Junior, Diretor de Planejamento de Saneamento Ambiental do Estado do Tocantins, Helen Brito, Gerente de Relações Institucionais da ABREE, Fábio Barbosa Chaves, Presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente de Palmas e Cassius Ferreira Gariglo, Presidente do INA – Instituto Natura Vida

Com o objetivo de aprimorar a logística reversa no Brasil, seguindo as metas estabelecidas no Decreto Federal 10.240/2020, a ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos, junto com o Ministério do Meio Ambiente, já inauguraram Centrais de Logística Reversa em todas as 7 capitais do norte do país, em parceria com os estados. A implementação e gestão do processo de logística reversa visa garantir a destinação final ambientalmente correta a 100% dos produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos descartados pela população.

Em sua maioria, as centrais têm capacidade de armazenar de 5 a 8 toneladas de resíduos eletroeletrônicos descartados, depois disso, os parceiros da ABREE retiram o material e encaminham para a fábrica de manufatura reversa, que realiza a desmontagem dos equipamentos para a reciclagem.

Além dos pontos de recebimento em parceria com o governo dos locais, a ABREE ainda conta com a parceria de 54 associados, que representam 186 marcas. Contando com o auxílio de todos os envolvidos no ecossistema, a associação disponiliza mais de 3.400 pontos de recebimento em todo o país, sendo quase 190 somente na região norte.

As primeiras capitais a implementarem a central e começarem a fazer parte do sistema de logística reversa de eletroeletrônicos em 2021 foram Manaus em setembro e Porto Velho em dezembro. Logo no primeiro semestre de 2022, a ABREE inaugurou centrais de logística reversa em Macapá e Boa Vista, em abril e Palmas, Belém e Rio Branco, em maio.

Em 9 meses, a entidade atingiu todas as capitais da região, que possui mais de 17 milhões de habitantes, e a partir de agora podem fazer o descarte correto de todos os produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos pós-consumo respeitando o meio ambiente. Além disso, as parcerias locais são firmadas com cooperativas, gerando empregos verdes para a população.

No site da ABREE a população encontra os pontos de recebimento mais próximos, por meio de buscas com o CEP, além de uma lista completa de quais produtos podem ser descartados. São alguns exemplos: batedeira, ferro elétrico, fone de ouvido, liquidificador, máquina de costura, micro-ondas, geladeira, purificador de água e televisão, entre outros. Para saber mais, acesse: https://abree.org.br/pontos-de-recebimento 

Sobre a ABREE - Fundada em 2011, a ABREE - Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos - é uma entidade gestora sem fins lucrativos, que define e organiza o gerenciamento da implementação do sistema coletivo de logística reversa de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos, promovendo economia de grande escala. Com 54 associadas que representam 186 marcas, a ABREE é responsável pelo gerenciamento através da contratação, fiscalização e auditoria dos serviços prestados por terceiros, além de contribuir com informações para todos os envolvidos da cadeia, responsáveis pela viabilização da logística reversa de eletroeletrônicos e eletrodomésticos no país. Para mais informações, acesse http://abree.org.br/ 

 

Informações para a Imprensa:

Sing Comunicação de Resultados

16/05/2022


Também encontrado em: