Conheça os principais tipos de marketplaces

Associação Brasileira Online to Offline apresenta a diversidade de marketplaces e ajuda na escolha do modelo ideal para o seu negócio

Marketplace é um shopping virtual que disponibiliza o espaço para diversos lojistas venderem dentro do mesmo site. Esse ambiente online reúne diversas marcas, produtos e serviços que são disponibilizados à milhões de consumidores. Atualmente, existem diversos tipos de marketplace disponíveis. Alguns são responsáveis apenas pela divulgação dos produtos e pela integração do site com gateways de pagamento. Já outros, abrem espaço para outras empresas divulgarem em sua loja. No entanto, a responsabilidade de logística e de soluções para problemas com os clientes são deveres dos lojistas.

Segundo a Associação Brasileira Online to Offline (ABO2O), entidade que reúne mais de 140 plataformas digitais, 85% dos brasileiros que possuem um smartphone, compram de forma online e 80% das vendas no ambiente virtual são realizadas por meio de marketplaces.

“Estar online representa a possibilidade de conquistar novos clientes pelo Brasil, diminuir os custos de operações, além da grande visibilidade que a marca terá”, comenta Vitor Magnani, presidente da ABO2O. “Os marketplaces possuem um baixo custo de entrada para o microempresário. Na maioria das plataformas digitais não há custo para se cadastrar e usar a tecnologia. Já outras, cobram uma mensalidade de baixo valor. O custo maior se dá quando é realizada uma venda. Nesse caso, é cobrada uma taxa sobre o valor de venda”, complementa.

Pensando em ajudar na escolha do melhor marketplace, a ABO2O elencou os principais tipos de shopping virtual e qual o modelo mais apropriado para o seu negócio:

  • De produtos físicos: são os mais comuns, voltados para vendas de diversos tipos de produtos, como roupas, calçados, livros, eletrônicos, móveis e uma infinidade de mercadorias. 
  • De serviço: nesse modelo de negócio, pessoas físicas ou jurídicas se cadastram para oferecer seus serviços e, em troca, pagam uma comissão para a marca. Podemos citar como exemplos os aplicativos de mobilidade urbana que conectam motoristas e passageiro. 
  • De aluguel: o Airbnb é o principal exemplo deste segmento. Se antes quem queria viajar só tinha a opção de alugar quartos em hotéis e hostels, os marketplaces de aluguel mudaram essa realidade.
  • De agendamento: atendem a um público específico. São mais voltados para profissionais que buscam uma ferramenta simples e prática para seus pacientes agendarem uma consulta, por exemplo.
  • De anúncio: são marketplaces especializados apenas em fazer a divulgação do produto. O usuário faz um cadastro e coloca informações no site para os interessados entrar em contato. Os exemplos mais conhecidos são o Google Shopping, OLX e BuscaPé. 

Sobre a ABO2O:

A Associação Brasileira Online to Offline (ABO2O) é uma entidade que reúne as principais plataformas da economia digital, incluindo marketplaces, e-commerces, healthtechs, bancos digitais, fintechs, meios de pagamento e investidores.  A ABO2O existe para representar e abordar interesses coletivos relacionados à economia digital e plataformas. Para isso, busca estimular ações públicas e privadas que contribuam para o desenvolvimento e fomento dessas tecnologias, por meio da articulação com outras instituições. Atualmente, a entidade reúne mais de 140 associados, entre eles: Mercado Livre, Quinto Andar, Loft, 99, GetNinjas, PayPal, Loggi, Movile, Americanas, Facily, Rappi, Tembici, OLX, WorldPay, Hotmart, Saude iD, Maida.Health, Hash, Adiq, PaySmart, Dr. Consulta, Banco PAN, Grupo Mosaico, Leroy Merlin, banQi, Porto Seguro, Whirpool, Banco Carrefour, Monetizze, Tecban, entre outras. 

Para mais informações visite o site https://o2obrasil.com.br/ e acompanhe a ABO2O nas redes sociais: LinkedIn, Instagram e Facebook.  Confira no Youtube as propostas da ABO2O para os prestadores de serviços e apps.

Informações para imprensa 

Sing Comunicação de Resultados 

16/02/2022


Também encontrado em: