NVIDIA Enterprise amplia o roteiro do processamento de infraestrutura de data center com a BlueField-3

Conheça a primeira UDP de 400Gb/s com processamento de velocidade de linha de redes, armazenamento e segurança cibernética controlado por software

A NVIDIA Enterprise anuncia a DPU NVIDIA® BlueField®-3, a unidade de processamento de dados de próxima geração, para fornecer as mais poderosas capacidades de aceleração de software, armazenamento e segurança cibernética disponíveis para data centers.

Primeira DPU criada para IA e computação acelerada, a BlueField-3 permite que todas as empresas entreguem aplicações em qualquer escala com desempenho e segurança de data center líderes do setor. É otimizada para ambientes multilocatários nativos em cloud, oferecendo serviços de rede, armazenamento, segurança e gerenciamento definidos por software e acelerados por hardware em escala de data center.

Uma DPU BlueField-3 oferece os serviços de data center equivalentes a até 300 núcleos de CPU, liberando ciclos valiosos de CPU para executar aplicações essenciais para os negócios.

"Os clouds modernos de hiperescala estão contribuindo para uma nova arquitetura fundamental para data centers. É necessário um novo tipo de processador, projetado para processar softwares da infraestrutura de data center, para aliviar e acelerar a enorme carga computacional de virtualização, rede, armazenamento, segurança e outros serviços de IA nativos de cloud. Chegou a hora da DPU BlueField", afirma Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA.

“O setor de data center tem sido um grande destaque da NVIDIA nos últimos tempos. Há uma necessidade cada vez maior de mais processamento, velocidade e segurança. É por isso que buscamos não apenas aprimorar o hardware, mas também a arquitetura do data center e os softwares que tornarão o processo ainda melhor”, explica Marcio Aguiar, diretor da NVIDIA Enterprise para América Latina.

BlueField-3 e Morpheus colocam a segurança em todos os lugares

As DPUs BlueField-3 transformam a infraestrutura tradicional em ambientes de Zero Trust - em que cada usuário do data center é autenticado - descarregando e isolando a infraestrutura do data center das aplicações empresariais. Isso protege as empresas do cloud ao núcleo e ao edge, ao mesmo tempo que aumenta a eficiência e o desempenho.

Primeira DPU de 400 GbE/NDR do setor, a BlueField-3 oferece um desempenho de rede inigualável. Tem 10 vezes mais potência computacional acelerada do que a geração anterior, 16 núcleos ARM A78 e 4 vezes mais aceleração para criptografia. A BlueField-3 também é a primeira DPU compatível com PCIe de 5ª geração e oferece aceleração de data center sincronizada por tempo.

A BlueField-3 oferece visibilidade de rede em tempo real, detecção e resposta para ameaças cibernéticas e atua como agente de monitoramento, ou telemetria, para  NVIDIA Morpheu, uma plataforma de segurança cibernética de ponta, nativa do cloud e habilitada por IA.

SDK NVIDIA DOCA 1.0

A BlueField-3 aproveita a NVIDIA DOCA™, arquitetura de data center em um chip que oferece aos desenvolvedores uma plataforma de software completa e aberta para a criação de aplicações de rede, armazenamento, segurança e gerenciamento acelerados por hardware e definidos por software em execução em DPUs BlueField.

Lançada e disponível para download, a DOCA inclui um ambiente de tempo de execução para criar, compilar e otimizar aplicações para a DPU BlueField; ferramentas de orquestração para fornecer, atualizar e monitorar milhares de DPUs em todo o data center; bem como bibliotecas, APIs e um número crescente de aplicações, tais como inspeção profunda de pacotes e equilíbrio de cargas.

Adoção de ecossistema de DPUs NVIDIA

Os principais fabricantes de servidores, como Dell Technologies, Lenovo e Supermicro, estão integrando as DPUs BlueField em seus sistemas. Fornecedores de serviços em cloud de todo o mundo, como Baidu, JD.com e UCloud, estão usando DPUs BlueField para acelerar cargas de trabalho. O ecossistema BlueField também está se expandindo com o suporte BlueField-3 dos principais parceiros de plataformas híbridas em cloud Canonical, Red Hat e VMware; líderes em segurança cibernética Fortinet e Guardicore, provedores de armazenamento DDN®, NetApp e WekaIO; e provedores de plataformas de ponta Cloudflare, F5 e Juniper Networks.

"A Red Hat continua a colaborar com a NVIDIA como parte de um ecossistema aberto que acelera a inovação ao mesmo tempo em que fornece acesso às últimas inovações em hardware para infraestrutura composta", diz Chris Wright, diretor de tecnologia da Red Hat. "Reconhecemos a necessidade de desenvolver soluções avançadas para segurança e automação de redes e estamos entusiasmados em apoiar as DPUs BlueField e a estrutura NVIDIA Morpheus AI via Red Hat Enterprise Linux, Red Hat OpenShift, contêineres líderes da indústria e a plataforma de cloud híbrida alimentada por Kubernetes.”

“Nossos clientes mútuos estão correndo para explorar o poder da AI para aplicações empresariais", conta Lee Caswell, vice-presidente de marketing da unidade de negócios plataforma em cloud da VMware. "A visão da infraestrutura empresarial alimentada pela VMware Cloud Foundation e a ser certificada com a recém anunciada NVIDIA BlueField-3 DPU mostra aos clientes um caminho para melhorar o desempenho da aplicação, um modelo operacional consistente em ambientes virtualizados e bare-metal, juntamente com um novo modelo para fornecer segurança de confiança zero sem comprometer o desempenho."

BlueField-2 já disponível

A BlueField-3 é totalmente compatível com a BlueField-2, que oferece desempenho inigualável para descarregamento, aceleração e isolação de cargas de trabalho de data center. A BlueField-2 está disponível com portas de rede Ethernet ou InfiniBand duplas de 100 Gb/s e até 8 núcleos ARM. O BlueField-2 DPU inclui aceleradores para armazenamento, rede, segurança, streaming, criptografia TLS/IPSEC de taxa de linha, timing de precisão para telecomunicação 5G e data centers sincronizados por tempo e outros serviços de infraestrutura em cloud controlados por software.

Disponibilidade

Amostras da BlueField-3 estarão disponíveis no primeiro trimestre de 2022.

Assista à apresentação de Jensen Huang no GTC21

Sobre a NVIDIA

Com a invenção da GPU pela NVIDIA (NASDAQ: NVDA), em 1999, redefinimos os gráficos de computadores modernos e revolucionamos a computação paralela. Mais recentemente, o deep learning com base em GPU deu início à inteligência artificial moderna — a próxima era da computação — com a GPU atuando como o cérebro dos computadores, robôs e carros autônomos que podem perceber e compreender o mundo. Saiba mais em http://nvidianews.nvidia.com/

Acesse também:

Site oficial da NVIDIA no Brasil: https://www.nvidia.com/pt-br/

Facebook: @NVIDIABrasil

Twitter: @NVIDIABrasil

# # #

Algumas declarações neste press release incluindo, mas não se limitando a, declarações sobre: os benefícios, o desempenho, os recursos e a disponibilidade das DPUs BlueField, NVIDIA Morpheus e NVIDIA DOCA; O BlueField-3 permite que as empresas entreguem aplicativos em escala; nuvens de hiperescala impulsionando nova arquitetura para data centers; novos processadores necessários para acelerar a carga computacional de serviços; chegou a hora da DPU Da BlueField; os fabricantes de servidores e serviço em nuvem fornecedores que usam DPUs BlueField; como o ecossistema BlueField está se expandindo; os benefícios e o impacto da colaboração da Red Hat com a NVIDIA; Red Hat com suporte aos produtos e à plataforma da NVIDIA; clientes correndo para aproveitar o poder da AI; e os produtos da NVIDIA e da VMware mostrando aos clientes um caminho para melhorar o desempenho e seus impactos são declarações de futuro que estão sujeitas a riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados sejam materialmente diferentes das expectativas. Entre os fatores importantes que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes estão as condições econômicas globais; nossa dependência de terceiros para fabricar, montar, empacotar e testar nossos produtos; o impacto do desenvolvimento tecnológico e da concorrência; o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias ou melhorias nos já existentes; a aceitação de nossos produtos ou de produtos de nossos parceiros no mercado; defeitos de software, projeto ou fabricação; mudanças nas preferências ou nas demandas do consumidor; mudanças nas interfaces e nos padrões do setor e perda inesperada de desempenho de nossos produtos ou tecnologias quando integrados a sistemas, bem como outros fatores detalhados regularmente nos relatórios mais recentes apresentados pela NVIDIA à Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio (SEC, Securities and Exchange Commission), incluindo, mas não limitado a, seu relatório anual no Formulário 10-K e os relatórios trimestrais no Formulário 10-Q. As cópias dos relatórios apresentados à SEC são publicadas no site da empresa e estão disponíveis na NVIDIA gratuitamente. Essas declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e são baseadas em fatos até esta data, e, salvo por determinação legal, a NVIDIA isenta-se de qualquer obrigação de atualizar tais declarações para refletir circunstâncias ou eventos futuros.

© 2021 NVIDIA Corporation. Todos os direitos reservados. NVIDIA, o logotipo da NVIDIA, BlueField e NVIDIA DOCA são marcas comerciais e/ou marcas registradas da NVIDIA Corporation nos EUA e em outros países. Outros nomes de empresas e produtos são marcas comerciais das respectivas empresas às quais são associados. Os recursos, os preços, a disponibilidade e as especificações estão sujeitos a alterações sem notificação prévia.

 

Informações para a imprensa:

Sing Comunicação de Resultados

13/04/2021


Também encontrado em: