NVIDIA Quantum-2 leva a supercomputação a novos patamares, para a nuvem

Tecnologia é a mais avançada plataforma de rede completa já construída

A NVIDIA anuncia o NVIDIA Quantum-2, a próxima geração de sua plataforma de rede InfiniBand, que oferece desempenho extremo, ampla acessibilidade e segurança exigidos por provedores de computação em cloud e centros de supercomputação.

A mais avançada plataforma de rede completa já construída, a NVIDIA Quantum-2 é uma plataforma de rede InfiniBand de 400 Gbps que consiste em switch NVIDIA Quantum-2, adaptador de rede ConnectX-7®, unidade de processamento de dados BlueField-3® (DPU) e todo o software que for compatível com a nova arquitetura.

O lançamento do NVIDIA Quantum-2 vem em um momento em que os centros de supercomputação estão cada vez mais abrindo suas portas para multidões de usuários, muitos de fora de suas organizações. Ao mesmo tempo, os provedores de serviços em cloud do mundo estão começando a oferecer mais serviços de supercomputação para seus milhões de clientes.

O NVIDIA Quantum-2 inclui os principais recursos necessários para cargas de trabalho exigentes em execução em qualquer arena. Potencializado por tecnologias nativas do cloud, ele fornece alto desempenho com 400 gigabits por segundo de throughput e multilocação avançada para acomodar muitos usuários.

"Atualmente, os requisitos dos centros de supercomputação e das nuvens públicas estão convergindo", explica Gilad Shainer, vice-presidente sênior de networking da NVIDIA. “Eles precisam fornecer o maior desempenho possível para desafios de HPC, AI e análise de dados, ao mesmo tempo que também precisam isolar com segurança as cargas de trabalho e responder às variadas demandas de tráfego dos usuários. Essa visão do data center moderno agora é real com o NVIDIA Quantum-2 InfiniBand.”

 

Desempenho NVIDIA Quantum-2 e recursos nativos da nuvem

Com 400 Gbps, o NVIDIA Quantum-2 InfiniBand dobra a velocidade da rede e triplica o número de portas de rede. Acelera o desempenho em 3,3 vezes e reduz a necessidade de switches de tecido de data center em 6 vezes, enquanto reduz o consumo de energia e diminui o espaço no data center em 7% cada.

O isolamento do desempenho de multilocatário do NVIDIA Quantum-2 impede que a atividade de um locatário perturbe os outros, utilizando um avançado sistema de controle de congestionamento baseado em telemetria que garante um throughput confiável, independentemente de picos de usuários ou demandas de carga de trabalho.

A tecnologia NVIDIA Quantum-2 SHARPv3™ In-Network Computing fornece 32 vezes mais motores de aceleração para aplicações de IA em comparação com a geração anterior. O gerenciamento avançado de tecidos InfiniBand para data centers, incluindo manutenção preditiva, é habilitado com a plataforma NVIDIA UFM® Cyber-AI.

Um sistema de cronometragem de precisão de nanossegundo integrado ao NVIDIA Quantum-2 pode sincronizar aplicativos distribuídos, como processamento de banco de dados, ajudando a reduzir a sobrecarga de tempo de espera e ociosidade. O tempo de nanosegundo é uma nova capacidade que permite que os data centers em cloud se tornem parte da rede de telecomunicações e hospedem de serviços de rádio 5G definidos por software.

 

Switch Quantum-2 InfiniBand

No coração da plataforma Quantum-2, temos o novo switch Quantum-2 InfiniBand. Com 57 bilhões de transistores em silício de 7 nanômetros, ele é ligeiramente maior do que a GPU NVIDIA A100 com 54 bilhões de transistores.

Possui 64 portas a 400 Gbps ou 128 portas a 200 Gbps e será oferecido em uma variedade de sistemas de switch até 2.048 portas — mais de 5 vezes a capacidade de comutação em relação à geração anterior, Quantum-1.

Velocidade a rede, capacidade de computação e escalabilidade combinadas são ideais para a construção da próxima geração de sistemas HPC gigantes.

O NVIDIA Quantum-2 está disponível por meio de uma ampla variedade de parceiros líderes em infraestrutura e sistemas em todo o mundo, incluindo Atos, DataDirect Networks (DDN), Dell Technologies, Excelero, GIGABYTE, HPE, IBM, Inspur, Lenovo, Penguin Computing, QCT, Supermicro, VAST Data e WekaIO.

 

Quantum-2 ConnectX-7 e BlueField-3

A plataforma NVIDIA Quantum-2 oferece duas opções de ponto final de rede, a NVIDIA ConnectX-7 NIC e a NVIDIA BlueField-3 DPU InfiniBand.

O ConnectX-7, com 8 bilhões de transistores em um design de 7 nanômetros, dobra a taxa de dados do atual chip de rede HPC líder mundial, o NVIDIA ConnectX-6. Ele também dobra o desempenho do RDMA, GPUDirect® Storage, GPUDirect RDMA e In-Networking Computing. O ConnectX-7 terá amostras em janeiro do próximo ano.

O BlueField-3 InfiniBand, com 22 bilhões de transistores em um design de 7 nanômetros, oferece 16 CPUs Arm de 64 bits para descarregar e isolar a pilha de infraestrutura do data center. As amostras de BlueField-3 serão lançadas em maio de 2022.

 

Sobre a NVIDIA

A invenção da GPU pela NVIDIA (NASDAQ: NVDA), em 1999, estimulou o crescimento do mercado de games para PC e redefiniu a computação gráfica moderna, computação de alto desempenho e Inteligência Artificial. O trabalho pioneiro da empresa em computação acelerada e IA tem revolucionado setores de trilhões de dólares, como transporte, saúde e manufatura, enquanto incentiva o crescimento de muitos outros mercados. Saiba mais em http://nvidianews.nvidia.com/

Acesse também:

Site oficial da NVIDIA no Brasil: https://www.nvidia.com/pt-br/

Facebook: @NVIDIABrasil

Twitter: @NVIDIABrasil

Certas declarações neste comunicado à imprensa, incluindo, mas não se limitando a, declarações sobre: os benefícios, impacto, recursos, desempenho e disponibilidade do NVIDIA Quantum-2, o switch NVIDIA Quantum-2, o adaptador de rede ConnectX-7 e o BlueField- 3 unidades de processamento de dados; centros de supercomputação cada vez mais abertos a multidões de usuários; provedores de serviços em nuvem começando a oferecer mais serviços de supercomputação a seus milhões de clientes; e os requisitos dos centros de supercomputação e nuvens públicas de hoje e sua convergência são declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados sejam materialmente diferentes das expectativas. Os fatores importantes que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente incluem: condições econômicas globais; nossa dependência de terceiros para fabricar, montar, embalar e testar nossos produtos; o impacto do desenvolvimento tecnológico e da competição; desenvolvimento de novos produtos e tecnologias ou aprimoramentos de nossos produtos e tecnologias existentes; aceitação de mercado de nossos produtos ou produtos de nossos parceiros; defeitos de projeto, fabricação ou software; mudanças nas preferências ou demandas do consumidor; mudanças nos padrões e interfaces da indústria; perda inesperada de desempenho de nossos produtos ou tecnologias quando integrados em sistemas; bem como outros fatores detalhados de tempos em tempos nos relatórios mais recentes arquivos da NVIDIA com a Securities and Exchange Commission, ou SEC, incluindo, mas não se limitando a, seu relatório anual no Formulário 10-K e relatórios trimestrais no Formulário 10-Q . Cópias dos relatórios enviados à SEC são publicadas no site da empresa e estão disponíveis na NVIDIA gratuitamente. Estas declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e falam apenas na data deste documento e, exceto conforme exigido por lei, a NVIDIA se isenta de qualquer obrigação de atualizar essas declarações prospectivas para refletir eventos ou circunstâncias futuras.

© 2021 NVIDIA Corporation e afiliadas. Todos os direitos reservados. NVIDIA, o logotipo NVIDIA, ConnectX, BlueField, GPUDirect e UFM são marcas comerciais e / ou marcas registradas da NVIDIA Corporation e / ou Mellanox Technologies Ltd. nos EUA e em outros países. Todas as outras marcas comerciais e direitos autorais são propriedade de seus respectivos proprietários. Recursos, preços, disponibilidade e especificações estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.

 

Informações para a Imprensa: 

Sing Comunicação de Resultados 

09/11/2021


Também encontrado em: